quarta-feira, 3 de abril de 2013

S. PAULO - BELEZA NOS DETALHES



Marin Alsop, regente da OSESP desde 2012, tem uma opinião interessante sobre nossa cidade. Comentou que o mais surpreendente em São Paulo não é sua grandeza, mais os detalhes. De repente virando uma esquina encontra alguma coisa linda, maravilhosa, romântica e inesperada que a encanta e apaixona.

A maestrina nasceu em Nova York  e os novaiorquinos têm outra relação com a cidade onde moram  portanto anda por aí como turista, querendo ser surpreendida. E pequenas e variadas surpresas não faltam para serem encontradas. São Paulo é a cidade da serendipidade (descobertas maravilhosas feitas por acaso). E serendipitia é uma arte que só adquire quem treina o olhar para ver com ternura e amor.

PAULISTAR é um pouco isso. É preciso caminhar pela cidade com o espírito curioso do estrangeiro. Como quem está aberto para novas paixões, novas emoções. Sampa de Caetano Veloso.

PAULISTAMOS numa urbe faceira, que vive se oferecendo e se insinuando com o carinho a delicadeza tímida de moça procurando príncipe encantado, desde dos tempos das indiazinhas de Piratininga. E deu certo, Bartira encontrou João Ramalho e gerou S. Paulo.

SP tem coisas lindas para mostrar. Infelizmente poucos se predispõe a admirar, talvez pensando em 'oropas' e 'usas'.  






2 comentários:

  1. Que cidade fascinante, aonde mais do que nas grandes obras, a beleza nos surpreende nos pequenos detalhes... É preciso apenas mudar a direção do olhar!

    ResponderExcluir
  2. Wilson Colocero, é preciso mais de uma vida para conhecer os detalhes de S. Pualo.

    ResponderExcluir