quarta-feira, 29 de junho de 2016

A Coluna do Muro do Colégio Sion


É realmente intrigante as peculiaridades de uma das colunas do muro do Colégio Nossa Senhora de Sion, no fim da Avenida Higienópolis, entre as Ruas Aracaju e Rio de Janeiro.

São ao todo 28 colunas, 27 delas iguais, cobertas por reboco e pintadas de amarelo. Uma delas, porém, a sexta da esquerda, ou a vigésima terceira da direta é de tijolos aparentes. Logo, diferente de todas as outras.

A explicação mais óbvia é que se trata de um exemplo testemunho de antigas versões do muro, deixado para ilustração, de alguma das reedificações ou expansões pretéritas. Mas será apenas isso?

A coluna singular é um belo exemplo de alvenaria antiga, com tijolos assentados com engenho e arte, sugerindo ideias, inventando formas. Uma arte infelizmente em processo de esquecimento, como a serralheria, a marcenaria fina e outras.

Entretanto, para as mentes incendiárias e imaginativas, ou para os leitores de Dan Brown (O Código Da Vinci), pode ser o princípio de um mistério intricado, daqueles que envolvem os fundamentos da história e das lendas da cidade.


Alguém arrisca um palpite? Uma tese cabalística?

Os números (se contei certo) são 28 colunas. Nesta ordem: 5 – 1(a coluna especial) – 22.

Ou será que o segredo dorme debaixo dela?














---------------------

Agradecimento.

Gostaria muitíssimo de compartilhar a foto postada por Martin Jayo na minha timeline do Facebook. Um antigo cartão postal mostrando o muro do Colégio Sion de tijolos aparentes. Comprovando assim  que a coluna isolada é mesmo um monumento testemunho do estilo da versão pretérita da construção.

"Martin Jayo Parece ser mesmo um testemunho de versões anteriores do muro."  



-----------------------------
Novo Agradecimento.

A Arnaldo Bruno que apontou as semelhanças entre o antiga coluna do Colégio Sion e os muros que ainda hoje cercam a Santa Casa de Misericórdia, também em Higienópolis.


[...]








2 comentários:

  1. parece um pouco com alguns detalhes da santa casa de misericordia....estou errado?

    ResponderExcluir
  2. Bem lembrado Arnaldo Bruno, são efetivamente parecidos, não tinha me ocorrido esta associação.

    ResponderExcluir