terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Olinda – 25/dez/2020 – Um Solar na Colina

Olinda / Pernambuco – 25/dez/2020

Atravessando o ensolarado Natal num vetusto solar de Olinda. Dois séculos de resiliência, passou por tudo, assistiu altivo o lento tropeçar da História. Foi residência, casa de comércio, restaurante, bar e, de novo, atelier/residência de artista.

Suas janelas e sacadas dos fundos comtemplam Recife super populada por prédios novos incertos. Dentro dela, entre camadas de memórias, guarda a pastilha de fel de um crime a facadas e também uma vasta coleção da National Geographic – de 77 a 97. Nas páginas da revista o mundo instável muda, porém a casa reivindica eternidade.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2020

New York – 31/mar/1997 – Terraços das Twin Towers

New York – 31/mar/1997

Em 11/09/2001 assisti as Twin Towers caindo no meu escritório estarrecido, na tela do computador. Levou tempo para acreditar que eram imagens ao vivo, parecia mais um daqueles filmes de catástrofes que os cinemas – na época – adoravam reprisar.

Não saia da minha memória que, quatro anos antes – 31 de março de 1997 - havia estado nos seus terraços de cobertura para contemplar o mundo, numa tarde de março enregelante. 

domingo, 6 de dezembro de 2020

Oleoduto/Aqueduto da Serra do Mar – 05/dez/2020

Oleoduto-Aqueduto Serra do Mar / S.Paulo  05/dez/2020

Cada vez que subia ou descia pelas Rodovias Anchieta ou Emigrantes escapava para um sonho maluco. Nele imaginava subir a pé por estas maravilhosas obras de engenharia que balizam a Serra do Mar.

Imensos oleodutos / aquedutos de marcam a geografia, enfeitam e recortam o relevo e a paisagem da Montanha. De várias formas são uma espécie de Pirâmides Paulistas, colossais conquistas técnicas avistadas de longe.

Foram concebidas para desviar o Tiete (parte dele) e outros rios e riachos do planalto para desaguar no mar. O plano era, com esse novo curso, gerar energia elétrica.

Ontem realizei meu desejo. Pena que todo o percurso-aventura aconteceu debaixo de chuva.