sexta-feira, 9 de abril de 2021

2018/ago/27 – Florença – Cúpula de Brunelleschi

 2018/ago/27 – Florença


Depois do almoço caminhei até uma rua lateral da Piazza del Duomo de Florença para conversar com Filippo Brunelleschi. Fiquei olhando para ele que, extasiado, admirava o milagre da Cúpula que havia construído. Aguardei algum tempo, não baixou os olhos, mesmo assim perguntei.

“– Mestre li muitos livros e examinei muitas plantas e fotos, mas ainda não entendi a gênese, nem decifrei o milagre da cúpula que criou.”

Ouvi sua resposta, não sei se falava comigo ou com ‘urbe et orbi’.

“– Me tornei arquiteto, porém nasci ourives e relojoeiro, aprendi a importância dos materiais e a maravilha da articulação de cada pequena parte. A cúpula é uma joia feita de tijolos empilhados com amor, imaginação, engenho, paciência e sabedoria.

Desviei meu olhar para convergir com o do mestre.


Nenhum comentário:

Postar um comentário