quarta-feira, 20 de março de 2019

Casas da Rua Genebra – Tudo pode mudar


A Rua Genebra – que homenageia Dona Genebra de Barros Leite (1783-1836), esposa do Brigadeiro Luís Antônio de Souza – é descontinua para carros, porque é cortada pela Rua (antes avenida) Dona Maria Paula (sogra do seu filho). Tem três quarteirões um do lado do Centro e dois que adentram pelo velho Bixiga.

As casas da foto   –  no quarteirão do meio – são renascentes das primeiras décadas do século XX, até os anos 50 ocupavam uma pequena colina do lado impar da Rua Maria Paula e tinham portas ao nível da rua. Porém após a construção do Edifício Planalto (1953) e as intervenções da Prefeitura com melhorias urbanísticas viraram casas suspensas, longe da rua e com difícil acesso. Começou o período de decadência.

As casas da foto – no quarteirão do meio – são renascentes das primeiras décadas do século XX. Até os anos 50 ocupavam uma pequena colina do lado impar da Rua Maria Paula e tinham portas ao nível da rua. Porém após a construção do Edifício Planalto (1953) a Prefeitura promoveu intervenções urbanísticas e as residências ficaram suspensas, longe da rua e com difícil acesso. Começou o período de decadência.

Porém, surpreendentemente, nos últimos dois anos – como mostram as fotos – melhoraram muito. É bom ver S. Paulo criando jeito e juízo.

Gostaria de agradecer Alexandre Giesbrecht, de quem emprestei a foto antiga, e recomendar seu artigo ‘As casas suspensas da Rua Genebra’.

Nenhum comentário:

Postar um comentário