quinta-feira, 26 de agosto de 2021

25/ago/2018 – Porto Venere / Itália – Porta da Cidadela

25/ago/2018 – Porto Venere / Itália

Porto Venere poderia ser a sexta cidade das ‘Cinque Terre’ o quinteto de antigas e tortuosas praias italianas. Mas era um Importante porto na História Antiga e muito grande e famosa, desbalancearia o sexteto. Lá nasceu Simonetta Vespucci, a musa maior da pintura clássica italiana, um dos nossos paradigmas da beleza feminina  parente do navegador que deu nome à América. Também era o esconderijo predileto de Lord Byron (pai de Ada Lovelace – a cibernética) para curtir a praia, deu seu nome a um poço de águas agitadas onde gostava de mergulhar – as vezes nu.

Contudo, talvez o detalhe mais extravagante dela, seja a principal porta de entrada da cidadela fortificada, que diminuiu três vezes de tamanho. Um exemplo documentado da dolorida adequação entre a ostentação e o medo.

A primeira redução parece pura paura, a segunda e a terceira preservam um pouco do orgulho, na singela talha de pedra dos batentes.


Nenhum comentário:

Postar um comentário