quinta-feira, 21 de maio de 2020

Amsterdan – 22/set/ 2014 – Chet Baker

Amsterdan – 22 / set / 2014

Fui visitar Chet Baker onde parou sua caminhada. 13/maio/1988, Prints Hendrik Hotel, Centro de Amisterdan. Jogou-se (ou foi jogado?) do segundo andar.
Um trompetista maior e um cantor extrínseco à arte do canto, suaves sussurros. O provável modelo de João Gilberto.
Igual a todo mundo queria perguntar sobre o ato final, mas me contive. Troquei de pergunta.

“– Posso ficar ouvindo você e a praça cantado 'My Funny Valentine'?
“– Ok, então vamos cantar a versão do disco ‘Sings’ de 1954.” 
Foram apenas 140 segundos, 2,20 minutos e uma voz temperada com tudo o que de bom e ruim pode um homem experimentar e expressar, viver e dizer. Um ímpeto controlado em busca da beleza sutil.
Parti alguns segundos antes do fim para que sua (dele) voz permanecesse na minha memória para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário